Uma clínica para recuperação de dependentes químicos foi interditada, nesta quinta-feira (26/07) pela Vigilância Sanitária em Vargem Grande Paulista, após denúncias do estado de conservação do local.

O local estava com 13 internos, sendo eles menores de idade e adultos no mesmo local e funcionava sem alvará da prefeitura

A clínica funcionava em um sítio na Estrada Elias Alves da Costa número 40.

Equipes da Vigilância foram ao local, acompanhadas pela Guarda Municipal e lacraram a clínica devido as condições encontradas.

A fiscalização encontrou alimentos fora da data de validade com armazenamento irregular, muitos insetos e péssimas condições de higiene, além do local ser cercado por muita mata.

A situação era totalmente irregular, tivemos de fazer a interdição e agora temos que aguardar o Ministério Público, disse um dos responsáveis pela fiscalização.

O responsável pelo local Pr Helenildo Ramos, usou as redes sociais alegando que chegou a protocolar um pedido de 15 dias para tentar adequar o local. Porém a prefeitura alega que são tantas irregularidades que não seria possível fazer a regularização neste prazo.

A clínica foi lacrado e agora o processo será conduzido pelo Ministério Público.

A prefeitura solicitou aos administrados que entrem em contato com os familiares para que os internos possam voltar as suas casas.