‘Projeto Emagrecer Certo’ completa um mês em Cotia com ótimos resultados

Na última semana, o Projeto Emagrecer Certo, da Secretaria de Saúde de Cotia, completou um mês acompanhando um grupo de quase 50 pessoas que estão acima do peso, hipertensas, diabéticas. Nestes 30 dias de trabalho, muitos participantes já comemoram os bons resultados obtidos a partir de novos hábitos alimentares, nova consciência com o corpo, atividades físicas e controle emocional.

A dona Célia dos Reis já perdeu pouco mais de três quilos em um mês. “Sempre foi uma luta [emagrecer]”, lembra. “Acredito que isto é resultado de um conjunto de coisas: a minha dedicação, o carinho que esta equipe tem com a gente, os ensinamentos que nos traz, a parte emocional que é muito trabalhada aqui”, completou. Além de perder peso, ela está há mais de duas semanas com a pressão arterial controlada. “Nem com remédio eu conseguia”, salientou.

O grupo do qual dona Célia faz parte é acompanhado por uma equipe multidisciplinar e, uma vez por semana, se encontra por duas horas na Policlínica do Portão, onde é feita pesagem, aferição da pressão arterial, palestras e a programação termina com atividade física.

No encontro desta quinta-feira (12/07), os participantes acompanharam a palestra Linha de Cuidado da Obesidade, com a enfermeira Paola Maresca, coordenadora de Educação Permanente, da Secretaria de Saúde. Durante mais de uma hora, a enfermeira falou sobre os fatores predisponentes da obesidade, como prevenir e tirou dúvidas. Na sequência, as nutricionistas Lucimara Garcia, Silvana Olores e Marcia Corsi falaram sobre quantidade de calorias em determinados alimentos e adiantou que, no próximo encontro, vão ensinar como calcular a quantidade de caloria nas porções de alimentos.

O profissional da educação física, Fagner de Paiva, falou um pouco sobre como o nosso corpo atua na ‘queima’ de calorias durante as atividades físicas e do ganho da prática esportiva no período do frio. “No Inverno, perdemos mais calorias e isso é ideal para perda de peso. O corpo consome mais energia e gordura para se aquecer, então vamos tirar proveito desta situação”, disse.

O maior ganho para a dona Aparecida Pontes da Costa tem sido a recuperação da saúde. “Tenho diabetes tipo II e, logo no início do projeto, já percebi melhora. A minha diabetes está estabilizada e estou muito feliz com este ganho para a minha saúde”, disse. De acordo com ela, o fato de uma equipe de médicos de várias especialidades e enfermeiros estarem ali, à disposição do grupo, as pessoas aprendem melhor a se cuidar e podem tirar dúvidas. “Em consulta, às vezes o médico não tem condição de falar tudo o que fala aqui, estamos recebemos informações valiosíssimas”, avaliou.

A mais jovem integrante da turma tem apenas 16 anos. A.M.C.G sempre se achou gorda e isso era pretexto para não sair de casa e motivo de tristeza constante. “Minha autoestima era superbaixa. Já percebi resultados, tenho saído mais de casa, tirei alguns alimentos da minha vida e tenho o objetivo de perder dez quilos”, disse.

Competição

          O grupo foi divido em duas turmas que, a partir de agora, entraram em uma competição simbólica, mas que, até o final do ano, premiará o ‘time’ que perder mais peso. “Vamos traçar a marca a ser atingida por cada turma com base no perfil de cada integrante. Em dezembro revelaremos a equipe vencedora”, disse Soraya Moraes, enfermeira que coordena o projeto.

          A secretária adjunta Ângela Maluf avisou que a premiação será a doação de alimentos de uma forma inusitada: os próprios participantes vão doar alimentos em quantidade equivalente aos quilos que perderam durante o projeto. “E não para por aí, em janeiro [2019] todos vão contar com o grupo de manutenção, para acompanharmos e garantirmos que vão continuar firmes no propósito da saúde”, disse Ângela.

          O Projeto Emagrecer Certo conta com nutricionistas, psicólogos, terapeutas, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, endocrinologista, fisioterapeutas e outros profissionais.

Fotos: Vagner Santos

Comments

comments

Inline
Inline