PM é vítima de tentativa de roubo e mata ladrão no km 25

Por volta das 05h30 desta sexta-feira (30/03), policiais militares rodoviários foram acionados via COPOM para atender ocorrência de tentativa de roubo na Rodovia Raposo Tavares, no Km 25 sentido capital.

Chegando ao local, lá já estavam outras viaturas, e depararam-se com a motocicleta da vítima ainda no local e um revólver calibre 38 no chão. Um indivíduo havia sido baleado e socorrido pela viatura de Resgate do Corpo de Bombeiros ao Pronto Atendimento do Parque São Jorge, onde faleceu.

O Roubo

O Policial Militar contou à autoridade que é Cabo do Batalhão de Choque – GATE e estava se deslocando pela Raposo Tavares de motocicleta para seu local de trabalho, sentido capital.

Ao se aproximar do KM 25, trafegava pela faixa da direita, quando repentinamente ouviu o estampido similar a de um disparo de arma de fogo ao seu lado esquerdo. Olhou e viu uma motocicleta Honda/Twister de cor preta, ocupada por dois indivíduos de capacete, estando o garupa apontando uma arma e gritando para a ele encostar.

De forma reflexa o policial acionou o freio de sua moto, o que fez com que fosse ultrapassado pelos miliantes e então percebeu que havia mais uma moto, provavelmente uma Honda/CG, ocupada por um indivíduo.  O policial então parou na faixa da direita e então foi abordado por uma terceira motocicleta, cujas características não vislumbrou, estando esta também ocupada por mais dois indivíduos armados.

O garupa então gritou “para, para”, apontando um revólver em sua direção. Ao perceber que caso os ladrões descobrissem que era um policial, muito provavelmente seria morto, ele desceu da moto e correu pelo acostamento, se escondendo por trás de um caminhão que parou na rodovia. Ouviu então mais um disparo que os ladrões fizeram pelas suas costas.

Já atrás do caminhão o policial sacou sua pistola Taurus 24/7, de calibre .40, que trazia na cintura e com a arma em punho gritou: “Parado, Polícia!”, olhando para onde os criminosos estavam. Só aí percebeu que lá estavam as três motos dos criminosos e os cinco ladrões presentes, um deles já sobre a moto da vítima e com ela ligada. Ao perceberem que o policial estava armado, eles começaram a atirar contra ele, que revidou.

O criminoso que estava na moto virou para o policial apontando um revólver e nesse momento o policial efetuou disparos, vindo a atingi-lo, visto que ele caiu no solo com a moto e a arma.

Os demais bandidos, ao verem a situação, fugiram com as outras motos, permanecendo no local apenas o ladrão ferido. O policial então se aproximou e mandou que ele permanecesse quieto e acionou o 190 da PM e o 153 da GCM. Ficou ainda controlando o trânsito, visto que ainda estava escuro e o fluxo de veículos estava começando a se intensificar. A primeira equipe a chegar foi da GCM de Cotia, em seguida Polícia Rodoviária e o Resgate dos Bombeiros, que socorreu o criminoso baleado. Ele não portava documentos.

Durante os registros da Delegacia de Cotia, compareceu uma mulher se identificando como mãe do ladrão morto. Ela informou à polícia que ele saiu de casa por volta da meia noite e disse que ia para um baile “funk”. Também disse que seu filho, que completou 18 anos no último dia 08 de março, sempre se envolveu com infrações relacionadas a motos, inclusive já tinha sido internado na Fundação Casa por subtração de motos. Com ele foram localizados dois celulares. Outros dois aparelhos estavam no chão da rodovia.

Após se inteirar dos fatos, o delegado reconheceu a legítima defesa da vítima e determinou o registro do boletim de ocorrência de nº 2265/2018, de natureza “Roubo (art. 157), Homicídio simples (art. 121) e Morte decorrente de oposição à intervenção Policial – Natureza: Legítima defesa (art. 23, II).

O policial não se feriu. A polícia trabalha agora para identificar os demais bandidos.

Atendeu a ocorrência a viatura da Polícia Rodoviária R-05430, com apoio da Unidade de Resgate UR18209, equipe do Sargento Ortega, da viatura S-1124 do Instituto de Criminalística, perito Rafael e fotógrafo Rodolfo, além de viaturas da PM e do Gate.

 

Fonte: Portal Viva

Comments

comments

Inline
Inline