Eleições Osasco

TJ-SP concede liberdade provisória para #RogérioLins e vereadores presos.

No plantão judiciário realizado hoje (29/12) desembargador Fábio Gouvêa, da Seção de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, decidiu que não há necessidade da manutenção da prisão preventiva do prefeito eleito de Osasco, Rogério Lins Wanderley. O mesmo se aplica aos vereadores do município que estão presos.

Com isso, Lins deve sair da Penitenciária do Tremembé ainda nesta quinta-feira e poderá tomar posse no dia 1º de janeiro.

Comments

comments

Inline
Inline