Greve geral promete parar o Brasil

As centrais sindicais prometem parar as principais cidades do Brasil nesta próxima sexta-feira (28/04), fazendo a maior paralisação dos trabalhadores já realizadas. O protesto tem como foco a reforma da previdência e a lei da terceirização que tramitam no Congresso Nacional.

A manifestação está sendo convocada por 8 centrais sindicais (CUT, UGT, CTB, Força Sindical, CSB, NCST, Conlutas e CGTB), segundo os sindicalistas a última grande paralisação envolvendo diversas categorias ocorreu em 1986 no governo Sarney, contra o plano cruzado.

De acordo com o secretário geral da força sindical João Carlos Gonçalves a orientação é para que os trabalhadores não saiam de casa: “Estamos orientando as pessoas a não saírem de casa, a não irem ao supermercado, aos bancos etc.”

De acordo com os sindicais, a greve foi aprovada pelos seguintes categorias: Metroviários, motoristas de transporte público, motoboys, bancários, metalúrgicos, professores de escolas públicas e privadas, petroleiros, funcionários dos Correios, da construção, do comércio e da saúde.

A expectativa das centrais sindicais é que as adesões devem aumentar no decorrer da semana.

Aos trabalhadores melhor se prepararem para grandes transtornos nesta sexta-feira de grandes manifestações.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline