“Crack, é possível vencer” está presente em pontos estratégicos de Cotia

Presente em Cotia desde 2014, o programa do governo federal “Crack, é possível vencer”, que conta com ações das secretarias de Segurança Pública, via Guarda Municipal, Saúde, por meio do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, e Desenvolvimento Social, através do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) está presente em pontos estratégicos da cidade e contempla ações integradas com três frentes de atuação: prevenção, cuidado e autoridade.

“Dentro da atuação da Guarda Civil Municipal fazemos um saldo positivo desde a adesão ao programa, tendo em vista que a busca por atendimento cresce a cada mês”, pontua Almir Rodrigues, secretário de Segurança Pública. “O usuário de droga, bem como os demais cidadãos, enxerga a GCM com bons olhos, fazendo jus ao conceito de policiamento comunitário”, completou.

De acordo com o inspetor da GCM, Vanderci da Silva, coordenador do programa em Cotia, nas últimas abordagens realizadas em parceria com o Centro POP e o CAPS AD, 35 usuários de drogas foram atendidos pelo programa. As ações aconteceram nos dias 11 e 15 de maio. “Do total de pessoas abordadas, 12 aceitaram receber tratamento e já foram encaminhadas ao CAPS AD.”

Os 50 guardas que integram o programa contam com capacitação específica para fazer atendimento humanizado à população, seja ao usuário ou ao familiar, e estão aptos a fazer o encaminhamento aos serviços de saúde e assistência social. Eles atuam diretamente na mobilização comunitária, construindo com a comunidade do entorno das áreas de consumo  soluções para torná-las mais seguras.

No município, o programa conta com um micro-ônibus com monitoramento e câmera, dois veículos, duas motocicletas, 50 armas, mais de 200 munições não letais e 300 espargidor de pimenta, além da estrutura do CAPS AD e do Centro POP. Não é raro a população encontrar o micro-ônibus do programa na Praça da Matriz.

O ponto central do programa é a Praça Joaquim Nunes e, segundo a Secretaria de Segurança, o local foi selecionado com base em estudos de áreas críticas do município. Mas como o programa é itinerante e circula por pontos de maior vulnerabilidade, a população pode entrar em contato pelo telefone 4616-2835 do Centro de Comunicação da Guarda Civil Municipal para se informar onde a equipe está atuando em um dia específico.

União de forças

O programa é resultado da união de forças de Segurança, Saúde e Assistência Social e, de forma complementar, ações de educação e de garantia de direitos. “Essa união de secretarias fortalece o compromisso com esses pacientes [dependentes químicos]. Cada secretaria, na sua especificidade, olha o indivíduo na sua totalidade”, disse Rejane Teixeira Prestes, coordenadora técnica do CAPS AD. Ela destaca que a maior dificuldade no tratamento da dependência química é a adesão.

“O paciente não quer deixar de sentir o prazer da droga. Ele só pensa no tratamento quando o corpo entra em exaustão. Quando o organismo se fortalece, o próprio cérebro arruma mil desculpas para voltar ao uso da droga de preferência”, completou.

Para fortalecer as ações de conscientização e prevenção às drogas em Cotia, as secretarias de Segurança e de Educação realizam o Projeto Educando, direcionado a alunos da rede municipal e que aborda os riscos do uso de álcool, drogas e violência.

Fonte: Prefeitura de Cotia

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline