Caixa Econômica Federal libera linha de crédito para municípios investirem em infraestrutura

Programa disponibiliza linhas de financiamento e concessões. Foco será nas áreas de saneamento básico, mobilidade urbana, iluminação e gestão de resíduos.

O governo Temer anunciou em julho de 2017 um programa de financiamento e apoio a obras e concessões em estados e municípios. O programa disponibiliza uma linha de crédito para obras públicas e para financiar concessões na área de infraestrutura, que visa, estimular, prioritariamente, obras nos setores de saneamento, mobilidade urbana, iluminação e gestão de resíduos sólidos.

Cidades da região, como Santana de Parnaiba e Itapevi  já assinaram o financiamento e outras como Cotia e Vargem Grande Paulista, demonstraram interesse.

Esse tipo de financiamento não é algo novo no país, muitas Prefeituras utilizam esse tipo de transação financeira, cujo benefício é imediato e o pagamento parcelado.

Em Vargem Grande Paulista, o projeto que autoriza a contratação da linha de crédito junto à Caixa foi votado hoje (19/02) pela Câmara Municipal.

De acordo com a Prefeitura, análises preliminares feita pela Caixa Econômica Federal demonstram que o município tem capacidade de contratação do financiamento no valor máximo de 30 milhões, porém a intenção do governo é utilizar aproximadamente 18 milhões de reais.

Se aprovado pelo Legislativo e Caixa Econômica Federal o financiamento será destinado a obras de pavimentação, recapeamento e drenagem de águas pluviais em diversas ruas e avenidas do município.

“O município cresceu muito e as demandas da população também. Ainda temos muitas ruas sem asfalto e a pavimentação que já existe é muito antiga, a maioria das nossas vias estão deterioradas, não vencemos fazer tapa-buraco. Esse investimento não poderia ser realizado de uma única vez como é necessário sem que se comprometam outros serviços públicos nas áreas da saúde, educação, segurança, etc. E isso será possível com essa linha de crédito, em que vamos melhorar de imediato vários bairros que nunca receberam nenhuma benfeitoria”, esclareceu o prefeito de Vargem Grande Paulista, Josué Ramos.

Ele explicou, ainda, que um estudo técnico financeiro foi elaborado comprovando a capacidade de pagamento do financiamento sem prejuízos à população, garantindo que não há necessidade de aumento de impostos como IPTU.

“Para a população entender melhor, é como se um trabalhador que ganha R$2 mil e fizesse um empréstimo de R$ 200,00 para ser pago em 10 anos. Podemos dizer que ele está endividado? O governo municipal irá investir até R$ 18 milhões, cerca de 10% do orçamento, que será pago parcelado com juros baixo. Ou seja, estamos tendo a oportunidade de levar mais infraestrutura e qualidade de vida, de forma que este legado ficará para sempre sendo usufruído pela população”, afirmou o prefeito.

A economia brasileira apresenta resultados significativos de que a pior recessão da história está sendo superada. Existem dados negativos, mas isso significa uma trajetória de recuperação que nunca é uniforme. O investimento em infraestrutura é fundamental, crucial para a capacidade de o país crescer.

Comments

comments

Inline
Inline